O Senado aprovou a prorrogação por 12 meses do pagamento das dívidas de agricultores familiares e de crédito fundiário prejudicados pelo Coronavírus (PL 1.543/2020).

A moratória valerá para os financiamentos feitos entre janeiro e dezembro deste ano. O autor, senador Mecias de Jesus (Republicanos-RR), destacou que os produtores rurais também tiveram suas atividades impactadas pelo novo coronavírus. Segundo o relator, senador Zequinha Marinho (PSC-PA), não se trata de anistia, mas de prorrogação das dívidas. A proposta segue para a Câmara dos Deputados.

O propósito é impedir bacos de cobrar novos juros ou taxas e de limitarem novos financiamentos. Será apenas uma prorrogação de dívidas, para que os empreendedores possam restabelecer seus contratos comerciais e possam voltar a pagar as dívidas sem cair na inadimplência.

Fonte: Agência Senado

Comentários

Comentários

Share.

About Author

Verbo Jurídico

Comments are closed.